Baixar apostilas concursos professores

Atenção professor: Quer passar em concurso público? Então baixe a
apostilas especial.

Inscrição concursos professores

 Professor: Faça sua inscrição para concursos públicos agora - Municipal, Estadual ou Federal?

Provas anteriores concursos professores

Provas anteriores para concursos de professores: Todas as disciplinas.

O que cai nos Concursos para professores

 Todas as matérias que caem.
Saiba e estude.
 

Prosódia - Regras de acentuação gráfica das palavras - Acento gráfico.

Regras de ACENTUAÇÃO GRÁFICA em  Língua Portuguesa - Prosódia - Já obedecendo ao Novo Acordo Ortográfico.




Inicialmente, devemos esclarecer que, para entender melhor o assunto exposto aqui, temos de saber o que é prosódia: é a parte da fonética que tem por finalidade a exata acentuação tônica das palavras.

Você, porventura, sabe por que acentuamos graficamente algumas palavras e outras não?

A resposta é muito simples:  toda palavra de nossa língua tem sua sílaba tônica natural. A palavra casa, por exemplo, é paroxítona, pois a sílaba tônica dessa palavra é a penúltima, mesmo não sendo acentuada graficamente, é ca é a silaba pronunciada "com mais força" ao falarmos. Como essa é a prosódia natural da palavra casa, não há necessidade de acento gráfico.

Quando, no entanto, há um desvio da prosódia natural  - a palavra açúcar, por exemplo - , há necessidade do acento gráfico, pois houve um desvio da prosódia natural da palavra, que, em rigor, deveria ser açucar (oxítona). Como está oficialmente consagrada e dicionarizada a pronúncia açúcar (paroxítona), devemos, então, marcar o desvio da tonicidade, isto é, da prosódia natural da palavra com um acento gráfico.

Com base nesse princípio, estabeleceram-se, então, as regras gerais de acentuação gráfica das palavras em Língua Portuguesa, que são as seguintes:

1) Acentuam-se todas as palavras monossílabas tônicas terminadas em:
-a(s), -e(s), e -o(s).
Ex,: já, pá, pé, vê, vês. nó, só, etc.

Obs.: Não se acentuam as palavras monossílabas tônicas terminadas em i(s) e u(s), tais como em si,. ti, cru, etc.

2) Acentuam-se graficamente as palavras oxítonas terminadas em:
-a(s), -e(s), -o(s), -em e -ens.
Ex.: fubá, xarás, café, você, avó, avô, armazém, armazéns, parabéns, etc.

Obs.: Não se acentuam graficamente as palavras oxítonas terminadas em i(s) e u(s), como em caqui, aqui, tatu, cajus, Itu, etc.
As formas verbais terminadas em -a, -e ou -o, sejam elas monossílabas tônicas ou oxítonas, seguidas de -la, -lo, -las e -los, são acentuadas normalmente: dá-la, fazê-lo, informá-los, etc.

3) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas não terminadas em -a(s), -e(s), -o(s), -em, -ens e am.
Ex.: açúcar, fácil, líder, éden, órfã, ímã, júri, vírus, álbum, bíceps, látex, etc.
Essa regra nos mostra que todas as palavras paroxítonas que não possuem as terminações mencionadas não recebem acento gráfico.
Estão fora dessa regra, no entanto, os prefixos terminados em -r e -i: anti-heroi, semi-habilitado, hiper-rápido, super-heroi, etc.

4) Acentuam-se graficamente todas as palavras paroxítonas terminadas em ditongo, quando este é representado graficamente..
Ex.: água, óleo, família, notícia, carícia, cárie, história, série, matéria, etc.

ATENÇÃO; observe que estamos falando em ditongos representados graficamente, como em notícia, por exemplo. Estão de fora dessa regra, portanto, ditongos como jovem, falam, que só ocorrem na fala.

5) Acentuam-se graficamente todas as palavras proparoxítonas.
Ex.: lâmpada, célula, cédula, rápido, gramática, pétalas, etc.

Obs.: Como foi dito, os ditongos crescentes, em final de sílabas, podem ser separados na divisão silábica: tanto pode ser his-tó-ria, como his-tó-ri-a;. sé-rie, como sé-ri-e. No primeiro caso (his-tó-ria), classificamos tais palavras como paroxítonas terminadas em ditongo crescente; no segundo caso (his-tó-ri-a), dizemos que são proparoxítonas relativas ou eventuais.

6) Acentuam-se graficamente as vogais i e u tônicas, quando aparecerem depois de outra vogal (formando hiato), sozinha em uma sílaba, acompanhada ou não de s.
Ex.: saúde, saída, faísca, jaús, etc.
Esta última regra possui uma única exceção: se a vogal i do hiato, isolada na sílaba, vier seguida de nh, não deve receber acento gráfico. Isso quer dizer que palavras como rainha, bainha, campainha, moinho, etc. não recebem acento gráfico.
Deve-se, ainda, esclarecer que a repetição também de tais vogais em  uma palavra, formando hiato, dispensa o acento gráfico, como em xiita e juuna.

7) Os verbos ter e vir possuem as formas do plural da 3ª pessoa do presente do indicativo com acento gráfico, para diferençar das formas do singular.
Ex.: Ele tem pouco dinheiro.
Eles têm pouco dinheiro.
Ela vem regularmente à minha loja.
Elas vêm regulaemente à minha loja.

____________________________________________________
O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão ou contribua nos enviando atividades para serem compatilhadas  com  os  colegas  por  aquis - As  atividades podem ser enviadas para o  e-mail  simplesmenteportugues@gmail.com  ;)

20 Comentários:

Anônimo disse...

fdssssssssss

Anônimo disse...

Nossa, como uma pessoa "entra" numa página como esa para deixar um comentário idiota como o do anônimo? Que ser inútil!!!

O material é ótimo PARA quem tem mais o que fazer.

Anônimo disse...

Esclareceu várias dúvidas !!!
adorei o blog

Landis Filho disse...

Com a nova regra ortográfica, os verbos ter e vir que aparecem no número 7, recebem acento diferencial? É que vi em algum lugar que TÊM, perdeu o acento! Muito bom o blog! Parabéns!

SimplesmentePortugues disse...

Landis, o verbo ter na terceira pessoa do plural continua com o acento diferencial. O verbo que perdeu o acento diferencial foi o "pára".

Gabriele Souza Amaral disse...

aiin gente,adorei mt bom ! bjkssssssssssss

Juliana disse...

Nossa ! me ajudou muito,obrigada mesmo!PARABÉNS pelo conteúdo completo
Beijos e muito obrigada . :)

Daiana disse...

báá vc me ajudou d+ tirei 78 numa prova,ESTUDANDO SÓ AQUI
mt mt mt obrigada , bjs.

Anônimo disse...

obrigado tirei todas as minhas duvidas !

Dedel disse...

Ai obrigadooo !
tiro minhas duvidas e me ajudou no trabalho !

Anônimo disse...

muito bom ensina muito bem.

Anônimo disse...

Gostei mto do resumo, obrigada.

Anônimo disse...

Amei esse blog... Vai me ajudar bastante na minha lição de casa!!!

Seleste Vieira Pinto disse...

O sistema de acentuação gráfica da Língua Portuguesa segue como princípio o seguinte parâmetro:

ALTERNATIVAS
Nível de frequência: acentuamos as palavras mais ocorrentes na Língua Portuguesa.
Nível de estrangeirismo: acentuamos, em geral, palavras de origem estrangeira e, portanto, não relacionadas diretamente ao latim.
Nível de economia: acentuamos apenas os casos mais raros da Língua Portuguesa.
Nível de praticidade: acentuamos apenas as palavras cuja sílaba tônica é de tal modo destacada que evita qualquer tipo de confusão por parte do falante.

Anônimo disse...

valeu!!!!!!

Anônimo disse...

muito obrigado valeu

Anônimo disse...

Tem muita coisa errada nesta matéria. Façam uma revisão.

Anônimo disse...

OTIMO AJUDOU-ME BASTANTE

Anônimo disse...

O Material é excelente! Me ajudou bastante!

Nágela Soares

cabixii rondonia disse...

isto ja e a nova regra ?

Postar um comentário

Nem todo o material contido neste espaço foi produzido pela equipe do Blog. Grande parte do que está exposto aqui foi encontrado na internet, e está disponível a todos que têm acesso à web, dificultando assim a conferência da autoria.

O que fazemos é coletar e organizar material que já está publicado e público na web.

Caso você tenha conhecimento e comprovação sobre a autoria de algum material, nos comunique pelo e-mail simplesmenteportugues@gmail.com, para que possamos colocar a devida autoria. Não levaremos em consideração comentários anônimos.

- Deixe sua dúvida, sugestão ou colaboração.

- O espaço ainda está em construção, por isso, qualquer sugestão de melhoria ou correção é muito bem-vinda.

- Caso deseje ver suas atividades publicadas aqui, pode enviá-las para o e-mail: simplesmenteportugues@gmail.com

Blog Widget by LinkWithin

Referências bibliográficas:

Projeto Araribá: português/ obra coletiva concebida e produzida pela Editora Moderna; editora responsável Áurea Regina Kanashiro. – 1.ed – São Paulo: Moderna, 2006.Obra em 4 v. para alunos da 5ª a 8ª séries.
___________________________________
TERRA, Ernani - Português de olho no mundo do trabalho: volume único/ Ernani Terra, José De Nicola - São paulo - Scipione, 2004 - ( Coleção de olho no mundo do trabalho).

Blogagens

Meus amigos no diHITT

Comunicado sobre os créditos e autoria:

Nem todo o material contido neste espaço foi produzido pela equipe do Blog. Grande parte do que está exposto aqui foi encontrado na internet, e está disponível a todos que têm acesso à web, dificultando assim a conferência da autoria. O que fazemos é coletar e organizar material que já está publicado e público na web. Caso você tenha conhecimento e comprovação sobre a autoria de algum material, nos comunique pelo e-mail simplesmenteportugues@gmail.com, para que possamos colocar a devida autoria ou retirar do ar, se este for o desejo do autor.

Programas úteis. Baixe aqui!

Para ler a maioria dos editais e o Diário Oficial, é necessário ter o programa Adobe Reader instalado (programa leitor dearquivos em PDF), que é o formato em que estão vários documentos. Caso queira baixar o Adobe, que é um programa gratuito, pegue AQUI.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br