Verbo HAVER, algumas dúvidas.

Em todas as provas de vestibular ou de concursos, sempre há uma questão, ou mais, sobre o uso do verbo HAVER.


Pessoal que fica em dúvida com o verbo HAVER, sempre que forem usá-lo, tentem trocar pela palavra "existir", se der é porque ele é impessoal, isto é, não tem sujeito e só varia em tempo, JAMAIS poderá variar em número, isto é, JAMAIS poderá ir para o plural.

EXEMPLO: Há DEZ pessoas reclamando = EXISTEM DEZ pessoas reclamando.
                    Há UMA pessoa reclamando = EXISTE UMA pessoa reclamando.

Havia DEZ pessoas reclamando = EXISTIAM DEZ pessoas reclamando.
Havia UMA pessoa reclamando = EXISTIA UMA pessoa reclamando.

Independente do número de pessoas, o verbo haver tem o sentido de EXISTIR, portanto não pode ir para o plural.

Isso serve também para quando o verbo HAVER indicar tempo passado, pois também não existirá SUJEITO.
Exemplo. Há dez anos não vinha aqui.
                Há um ano não vinha aqui.

Sempre que dou essa aula , algum aluno pergunta:
- Mas então quando é que ele pode ser conjugado normalmente?
- Quando ele é um verbo auxiliar e há um sujeito.

Exemplo. Eu hei de conseguir ser aprovado.
               Nós haveremos de ser aprovados este ano.

Na verdade, na linguagem coloquial , poucos usamos o verbo haver com sujeito.

____________________________________________________
O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão ou contribua nos enviando atividades para serem compatilhadas  com  os  colegas  por  aquis - As  atividades podem ser enviadas para o  e-mail  simplesmenteportugues@gmail.com  ;)
Blog Widget by LinkWithin