Verbo HAVER, algumas dúvidas.

Em todas as provas de vestibular ou de concursos, sempre há uma questão, ou mais, sobre o uso do verbo HAVER.


Pessoal que fica em dúvida com o verbo HAVER, sempre que forem usá-lo, tentem trocar pela palavra "existir", se der é porque ele é impessoal, isto é, não tem sujeito e só varia em tempo, JAMAIS poderá variar em número, isto é, JAMAIS poderá ir para o plural.

EXEMPLO: Há DEZ pessoas reclamando = EXISTEM DEZ pessoas reclamando.
                    Há UMA pessoa reclamando = EXISTE UMA pessoa reclamando.

Havia DEZ pessoas reclamando = EXISTIAM DEZ pessoas reclamando.
Havia UMA pessoa reclamando = EXISTIA UMA pessoa reclamando.

Independente do número de pessoas, o verbo haver tem o sentido de EXISTIR, portanto não pode ir para o plural.

Isso serve também para quando o verbo HAVER indicar tempo passado, pois também não existirá SUJEITO.
Exemplo. Há dez anos não vinha aqui.
                Há um ano não vinha aqui.

Sempre que dou essa aula , algum aluno pergunta:
- Mas então quando é que ele pode ser conjugado normalmente?
- Quando ele é um verbo auxiliar e há um sujeito.

Exemplo. Eu hei de conseguir ser aprovado.
               Nós haveremos de ser aprovados este ano.

Na verdade, na linguagem coloquial , poucos usamos o verbo haver com sujeito.

____________________________________________________
O artigo foi útil? Deixe um comentário, uma sugestão ou contribua nos enviando atividades para serem compatilhadas  com  os  colegas  por  aquis - As  atividades podem ser enviadas para o  e-mail  simplesmenteportugues@gmail.com  ;)

6 comentários:

  1. AMEI A EXPLICAÇÃO...OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  2. Brigada, sempre demoro pra enternder essas coisas, mas hoje foi rapidinho!

    ResponderExcluir
  3. Quero agradecer,pois foi totalmente proveitosa, toda as informações. Tirada 100% as minhas duvidas.

    ResponderExcluir

Nem todo o material contido neste espaço foi produzido pela equipe do Blog. Grande parte do que está exposto aqui foi encontrado na internet, e está disponível a todos que têm acesso à web, dificultando assim a conferência da autoria.

O que fazemos é coletar e organizar material que já está publicado e público na web.

Caso você tenha conhecimento e comprovação sobre a autoria de algum material, nos comunique pelo e-mail simplesmenteportugues@gmail.com, para que possamos colocar a devida autoria. Não levaremos em consideração comentários anônimos.

- Deixe sua dúvida, sugestão ou colaboração.

- O espaço ainda está em construção, por isso, qualquer sugestão de melhoria ou correção é muito bem-vinda.

- Caso deseje ver suas atividades publicadas aqui, pode enviá-las para o e-mail: simplesmenteportugues@gmail.com

Blog Widget by LinkWithin